Acesso Associados       Contato
 
Notícias

Secretário de Estado da Saúde reafirma compromisso com a filantropia

A programação principal do 12º Seminário Femipa começou na manhã desta quinta-feira, 14, com a presença do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. Na ocasião, o secretário representou o governador do Paraná, Ratinho Junior, e apresentou o programa de governo para a Saúde, ressaltando o papel dos hospitais filantrópicos para o Estado.

Logo na abertura da palestra, Beto Preto afirmou que a Secretaria enfrenta dificuldades financeiras. Porém, mesmo com os desafios, ele disse que é possível avançar nos processos e ampliar as ações. Dentre os temas que preocupam, o gestor público ressaltou a discussão sobre a desvinculação de receitas. “São situações sobre as quais precisamos nos posicionar, pois, caso não fizermos, pode custar caro no futuro”, ressaltou.

Segundo o secretário, tanto os gestores, como os prestadores de Saúde devem trabalhar para construir um atendimento de qualidade, mantendo as portas abertas mesmo com toda a burocracia que acontece no país. Ele garantiu, ainda, que desde que assumiu a Secretaria, vem fazendo contas, sempre pensando em privilegiar “aqueles que atendem com maestria, que cuidam efetivamente das pessoas”.

Ele destacou, ainda, que é preciso gastar melhor os recursos, e ressaltou que a pasta vem enfrentando dificuldades também na própria rede de hospitais. Além disso, o gestor público comentou que existem regiões onde estão sendo construídos hospitais públicos, mas em muitos destes locais já existem hospitais filantrópicos, e esta é uma situação que precisa ser avaliada com cuidado. Outra discussão que está no radar da Secretaria e que precisa avançar, segundo Beto Preto, é sobre a regionalização do serviço de Saúde.

“O ponto de apoio que estamos buscando é o entendimento. Neste sentido, temos algumas ideias, entre elas avançar no processo de concessão de alguns hospitais. A Saúde se constrói com todos os atores envolvidos”, reforçou.

Aproveitando a presença do secretário, o presidente da Femipa, Flaviano Feu Ventorim, lembrou que o governador fez a promessa durante a campanha de realizar uma gestão inovadora e participativa. Ventorim também parabenizou Beto Preto pela escolha da equipe que ficará na pasta pelos próximos quatro anos. Segundo ele, “são pessoas técnicas, que têm conhecimento na área, o que vai ajudar a Secretaria a alcançar os avanços que precisa”.

O presidente disse, ainda, que a Saúde precisa ter eficiência, dar retorno para a sociedade e deve ser efetiva. Ele reforçou que os filantrópicos enfrentam muitas dificuldades, mas mantêm as portas abertas. Segundo ele, as principais demandas das instituições de Saúde sem fins lucrativos são regularidade de repasse, continuidade do programa HospSUS e vocacionamento para hospitais de pequeno porte.

Em resposta à fala de Ventorim, Beto Preto garantiu que a regularidade de pagamento será atingida nos próximos meses, seguindo o que está previsto no orçamento. Sobre o HospSUS, ele afirmou que todas as fases “devem entrar numa linha de produção tranquila”. Com relação aos hospitais de pequeno porte, o secretário ressaltou que essa discussão deve vir para o centro da pauta, mas que o tema pode gerar resistência das prefeituras e também da população. Por isso, o diálogo deve ser franco.

Por fim, Beto Preto adiantou que a pasta vem discutindo com o governador a possibilidade de buscar apoio do governo federal para se chegar a uma linha de crédito estadual, com recursos estaduais e federais, para garantir valores diferenciados para as entidades de Saúde filantrópicas.

“Talvez não seja possível fazer tudo o que queremos, mas conseguiremos colocar os pagamentos em dia e alcançar um cenário mais positivo. Inovação também vem em tomar decisões que ninguém esperava. A secretaria está com as portas abertas para a Femipa e todos os prestadores filantrópicos. Nem sempre vamos resolver tudo, mas temos muito respeito por tudo o que vocês fazem e vamos tentar fazer o que for possível”, finalizou.

Abertura

Antes da palestra do secretário de Estado da Saúde, a organização do Seminário Femipa realizou a cerimônia de abertura do evento, convidando as autoridades presentes a participarem. Nas boas-vindas, o presidente da Federação, Flaviano Feu Ventorim, afirmou que o Seminário é um momento de discussão e de troca de experiências.

“Esta é mais uma edição de excelência, como temos feito todos os anos. As palestras são extremamente importantes, mas aqui é um espaço de networking. Troquem experiência, façam benchmarking, para podermos disseminar mais conhecimento”, sugeriu.

A secretária municipal de Saúde de Curitiba, Marcia Huçulak, também participou da solenidade, e agradeceu à Femipa pelo trabalho dos hospitais filantrópicos na capital e no Estado. “Acreditamos muito na gestão em parceria, especialmente com a filantropia. Temos recebido grandes críticas por tentarmos avançar na prestação de serviço de Curitiba, mas tenho a sorte de ser gestora com grande parceiros, como os hospitais filantrópicos, e o evento é uma oportunidade de disseminar este conhecimento”, salientou.

Para fechar a cerimônia, Michele Caputo Neto, deputado estadual, disse “se sentir em casa no Seminário”, e parabenizou todos os filantrópicos pelo serviço prestado. “Vocês foram, em quantidade e qualidade, os melhores parceiros que tive enquanto secretário de Saúde do Paraná. Os números importantes que alcançamos durante a gestão com certeza só foram possíveis por termos firmado uma relação de parceria com a filantropia. Sei que os hospitais filantrópicos precisam de apoio em custeio, porque a cada 30 dias vencem os custos que precisam ser enfrentados, e vou trabalhar para isso. Também tenho certeza que o novo governo vai fazer mais e melhor. Todos temos que caminhar juntos”, completou.

Também foi assinado durante o encontro o termo aditivo de intercooperação entre a Femipa, a Unimed Curitiba, a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado do Paraná (Fehospar) para continuar o desenvolvimento do projeto para implantação da metodologia DRG (Diagnosis Related Groups), pela qual se analisa o resultado final entregue pelos hospitais.

Estiveram presentes na abertura Rangel da Silva, presidente do Conselho Estadual do Paraná; Vinicius Filipack, superintendente da Secretaria de Estado da Saúde; Olga Castro de Deus, chefe do departamento de Urgência e Emergência da Sesa; Yohhan Garcia, ouvidor-geral da Sesa; Olavo Gasparin, diretor executivo do Fundo Estadual de Saúde; Dr. Nerlan Carvalho, presidente da Associação Médica do Paraná (AMP); Elias de Lima, representante do Ministério da Saúde no Paraná; Malu Gomes, integrante do Conselho Estadual de Saúde; Ricardo Gil, chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba; Mariel Mayer, assessora da deputada federal Leandre; Raquel e Fábio, assessores do deputado estadual Galo; Sueli Cruz, assessora do deputado estadual Rubens Recalcatti; e Walter Turmina, assessor do deputado estadual Delegado Francischini.

Fonte: Femipa

Voltar

FEHOSPAR
Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviço de Saúde no Estado do Paraná

R. Senador Xavier da Silva, 294 - São Francisco - Curitiba - PR - CEP: 80350-060
Fone: (41) 3254-1772 - e-mail: fehospar@fehospar.com.br

Copyright Fehospar © Todos os Direito Reservados.

hidea.com

Facebook