Acesso Associados       Contato
 
Notícias

Pequeno Príncipe realiza primeiro workshop de Bioinformática em plataforma que é referência mundial

Cerca de 35 pesquisadores do Complexo Pequeno Príncipe se reuniram na tarde da última quinta-feira, dia 14, para expandir seus conhecimentos acerca da plataforma de alta tecnologia Ensembl que, em linhas gerais, agrega, em um único ponto, ferramentas de bioinformática e bases de dados genéticos. Esta tecnologia fornece aos pesquisadores informações importantes que são utilizadas desde o planejamento de experimentos laboratoriais até a interpretação de exames genéticos, auxiliando na descoberta de novos genes relacionados a condições como câncer e doenças raras.

“Nós já utilizamos essa plataforma no Instituto, mas estamos nos aprimorando, porque a quantidade de ferramentas disponíveis no Ensembl é muito grande. A ideia do workshop é aprender a utilizar todo o seu potencial para chegar a resultados que podem vir a explicar doenças desconhecidas, o por quê elas acontecem ou qual a causa delas. Nas doenças genéticas é esse tipo de análise que vai ajudar a descobrir novos diagnósticos ou até mesmo novos genes relacionados a doenças ainda não conhecidas e prever novos alvos para tratamentos”, explica a diretora de Medicina Translacional do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, Carolina Prando.

 

Entre o grupo com pesquisadores, alunos de mestrado e doutorado em Biotecnologia Aplicada à Saúde da Criança e do Adolescente e de iniciação científica em áreas de biomedicina e medicina, o professor de bioestatística na Faculdades Pequeno Príncipe e doutorando no Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe na área de mutações genéticas em câncer, Diancarlos Pereira de Andrade, aponta que ter a possibilidade de integração entre as áreas faz toda a diferença no processo da especialização profissional. “Eu sou bioestatístico, da matemática e tenho estudado a ciência humana; conhecer essa ferramenta é a comprovação de que as duas áreas estão extremamente interligadas e são importantes para que tenhamos um aproveitamento completo dos nossos estudos e resultados”, pontua o pesquisador.

Impressionado

O britânico Benjamin Moore, instrutor EMBL-EBI e PhD em Ciências Biológicas, que esteve no Instituto para ministrar workshops, ficou impressionado com a estrutura do Complexo Pequeno Príncipe e mostrou satisfação com o empenho, engajamento e pró-atividade do grupo presente no encontro.

“Vocês são uma instituição extremamente organizada, e isso é um diferencial. Outro ponto muito impressionante é a possibilidade de conexões: vocês têm em ambientes muito próximos pacientes, estudantes e pesquisadores e isso é demais; nos lugares que conheci ao redor do mundo, hospitais e pesquisas trabalham de forma muito separada e ter isso tudo junto é poder expandir. Também acredito que o Brasil esteja progredindo com relação aos estudos de bioinformática e instituições como o Pequeno Príncipe fazem com que as expectativas sejam muito boas”, afirma.

Sobre o Ensembl

O Ensembl é uma plataforma que disponibiliza dados biológicos públicos de todo o mundo e é oferecido gratuitamente à comunidade científica por meio de uma variedade de serviços e ferramentas. Para isso, fazem parte do Laboratório Europeu de Biologia Molecular (EMBL), uma organização de pesquisa internacional, inovadora e interdisciplinar financiada por 23 estados membros e dois estados membros associados. Situados em Cambridge, no Reino Unido, a empresa é considera uma das que possuem as maiores concentrações de conhecimento técnico e científico sobre genômica do mundo.

Fonte: HPP

Voltar

FEHOSPAR
Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviço de Saúde no Estado do Paraná

R. Senador Xavier da Silva, 294 - São Francisco - Curitiba - PR - CEP: 80350-060
Fone: (41) 3254-1772 - e-mail: fehospar@fehospar.com.br

Copyright Fehospar © Todos os Direito Reservados.

hidea.com

Facebook